MEMORÁVEL

Amigos, a temporada do futebol ainda não terminou, mas o Moto já pode festejar o ano 2016 como um dos mais promissores de sua gloriosa história no futebol maranhense.

A conquista do acesso à Série C do Brasileiro veio apenas coroar o êxito de uma campanha MEMORÁVEL (com todas as letras maiúsculas), onde tudo está dando certo de acordo com os objetivos traçados pela sua diretoria.

Tudo isso, porém, só foi alcançado com inteligência, ousadia e acima de tudo, muita  persistência de todos que compõem,  além do corpo diretivo, a comissão técnica e o grupo jogadores. A  grande largada foi o Campeonato Estadual, onde desde o seu início  o time não deixou dúvidas de que, além de ter um grupo vencedor, este também se mostrava iluminado pela forma como tudo ia dando certo até mesmo nos momentos mais difíceis.

A volta à terceira divisão nacional foi concretizada de maneira emocionante, porquanto, na casa do adversário, sob uma intensa pressão da torcida, mas com a resistência característica dos grandes guerreiros.

A “Batalha do Florestão” tem ainda um sabor especial, porque foi vencida numa situação em que até mesmo alguns torcedores rubro-negros diziam não mais acreditar que a vitória pudesse acontecer, diante do que foi visto em São Luís nos primeiros 90 minutos, contra o jovem e habilidoso time do Atlético Acreano, no empate de  2 a 2.

No jogo da volta, valorizando a letra do seu hino oficial, o Moto mostrou que é mesmo “surpreendente, time de fibra e de garra”, derrotando o rival em sua própria casa, onde há três anos isso não ocorria. Pode festejar,  torcida rubro-negra!

“Nó tático”

Isso mesmo! O que aconteceu no último domingo, no Estádio Florestão, no Acre, foi o que costumeiramente chamamos de “nó tático” dado pelo treinador do Moto Ruy Scarpino, no falastrão Álvaro Miguéis. Daqui deste espaço,  com o título de “O jogo dos 7 erros”, apontamos os pontos fortes e fracos da equipe acreana e o que, em parte deveria ser corrigido. Claro que o técnico motense já tinha suas anotações e, como profissional competente que é, foi muito mais além. Deu certo.

O título

Enganam-se aqueles que pensam estar a torcida do Moto e a comissão técnica se dando por satisfeitos com o acesso à Série C do Brasileiro. Em todas as entrevistas dadas após a partida, tanto o treinador como os jogadores foram unânimes em afirmar que “a guerra ainda não acabou”, pois o objetivo agora é colocar uma estrela nacional no escudo rubro-negro. Então, que venha o Volta Redonda e depois o vencedor de CSA-AL e São Bento de Sorocaba.

Márcio Arantes

Ele não tem nenhum parentesco com Pelé (o Rei do Futebol), mas também foi um gigante, ou melhor, uma muralha na meta rubro-negra nesta Série D do Brasileiro. Pode-se dizer mesmo que Márcio Arantes salvou o Moto inúmeras vezes da derrota. As duas maiores atuações, no entanto, foram, sem dúvida, nos jogos de São Luís e Rio Branco. Evitou o terceiro gol do Atlético Acreano no Castelão e defendeu uma penalidade em Rio Branco. Se aquelas bolas tivessem passado…talvez hoje essa torcida não estivesse comemorando o acesso.

E agora?

O técnico Ruy Scarpino deverá ter uma boa “dor-de-cabeça” na montagem da zaga do Moto Club, nos próximos jogos: Fred ou Luís Fernando? O primeiro vinha jogando com muita regularidade, inclusive se constituindo numa das armas em cobranças de falta a longa distância.  O outro, que atuou em Rio Branco, segundo a imprensa acreana foi impecável na marcação, nas antecipações, nas bolas altas e na cobertura tanto pelo meio quanto da lateral.

Frase:

“Vitórias às vezes se consegue sozinho, mas a guerra se vence em conjunto. Um time não vive só de vagas, mas de sala de troféus”

Ruy Scarpino, técnico do Moto Club

Tiro Livre – 20/07

Por Neres Pinto

 

 

Dever de casa

Amigos, “nunca antes” o título acima serviu tanto para definir a situação do  Moto no Campeonato Brasileiro (Série D). Conhecidos os adversários da próxima fase “mata-mata”,  o Rubro-Negro inicia a preparação para o primeiro confronto cuja decisão será fora de São Luís. O adversário é o Águia-PA que, em duas oportunidades, jogou contra os motenses, na primeira fase, perdeu  aqui, no Castelão, e só empatou em Marabá. Por conta disso,  tem gente  muito otimista,  pela evolução que o Papão mostrou nesta última partida contra o Santos-AP,  no último domingo.  E também pelo fato do representante maranhense ter encerrado a primeira etapa da competição de forma invicta.

Muito bem, mas não custa  nada lembrar que “uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa”. O Águia não é nenhum bicho papão, porém, está muito acima do fraquíssimo time amapaense que se apresentou aqui, e não conseguiu uma vitória sequer, nem mesmo jogando em Macapá. Aliás, sua colocação em  último lugar no Grupo A4 já diz tudo.

O que o Moto precisa fazer, a partir de agora,  é vencer todos os compromissos em casa e,  de preferência, com dois ou mais gols de diferença, para jogar pelo empate na “volta”, quando atuará fora de São Luís.

Passando pelo Águia, a próxima briga será contra o vencedor de São Raimundo e Juazeirense. Se  o representante  da Bahia for o ganhador desse confronto (o que não será difícil), outra vez a decisão para os motenses será fora de casa. E por aí vai. Passando às oitavas, há  possibilidades do panorama não mudar, porque muitas equipes classificadas e consideradas favoritas a passar de fase pontuaram mais que o Moto e, a partir de então, os adversários serão conhecidos e terão os locais de decisão no campo de quem teve melhor aproveitamento técnico.

Então,  desde já, jogadores, comissão técnica, dirigentes e torcedores  devem se preparar  para incentivar o grupo a não dar  chance a nenhum rival. Até porque, daqui para frente,  se bobear, dança.

Regulamento

A segunda fase da Série D foi definida com os 17 primeiros colocados de cada grupo, mais os 15 melhores segundos colocados. O pior líder foi para o bloco 2, com os times que ficaram na segunda colocação, enquanto os demais 16 ficaram no Bloco 1.O pior colocado entre os primeiros, o Campinense, ficou na frente, na divisão. No caso, o Fluminense de Feira. Depois de formados os dois grupos, o clube 1, do bloco 1, pega o clube 18 do bloco 2. Já o clube 2, do bloco 1, pega o clube 17 do bloco 2 e assim por diante.

Vai mudar?

A boa apresentação do setor defensivo do Moto, na partida diante do Santios-AP,  deixou muitos torcedores motenses animados, principalmente, com a boa atuação do zagueiro Luís Fernando e do apoio dos alas Diego Renan e Chico Bala. O 3-5-2 funcionou com eficiência e o ataque teve mais oportunidades de gols que em todos os jogos até então disputados. Como para cada adversário os treinadores definem um esquema tático, fica a expectativa para saber como será no jogo contra o Águia, domingo.

FRASE:

“A gente está buscando alternativas para sair da mesmice. Buscamos uma alternativa no 3-5-2, porque no 4-4-2 o time estava com muita dificuldade. É bom que os atletas estão entendendo o que estamos pedido. O resultado foi bom e foi importante

Ruy Scarpino, técnico do Moto

 

Repúdio

A tentativa de agressão sofrida pelo repórter Noel Soares, da Rádio Timbira, por parte do truculento presidente do Sampaio Corrêa, Sérgio Frota,  repercutiu negativamente no seio da classe, e de muitos torcedores, via redes sociais. Em nota oficial, a entidade publicou o seguinte:

A ACLEM (Associação dos Cronistas e Locutores Esportivos do Maranhão), vem a público comunicar que, na última sexta-feira (15) logo após o jogo entre Sampaio Correa X Bahia, pelo Campeonato Brasileiro da Série-B, no Estádio Castelão, no repórter Noel Soares, da Rádio Timbira, ao se dirigir ao presidente do Sampaio Corrêa, deputado Sérgio Frota, para uma entrevista, foi estupidamente desrespeitado pelo dirigente, com ameaças de agressão física e tudo, não consumando seu intento devido à intervenção de terceiros.

Destacamos que o repórter Noel Soares é um profissional competente, tranquilo, sem nenhum antecedente de violência, além de bom caráter, responsável, fina educação, e comportamento exemplar, cumpridor de seus deveres, reconhecido por todos. Nossa solidariedade, e ao agressor, nosso repúdio.

Esperamos não experimentar mais fatos dessa natureza, algo que depõe contra as pessoas, principalmente aquelas que são representantes do povo, e que deveriam dar bons exemplos.

São Luis-MA, 16 de Julho de 2016

Tércio Dominici / Presidente da ACLEM,

e todo o seu quadro social

Tiro Livre – 07/07

Por Neres Pinto

Tarefa árdua

Amigos, cumpridas 14 rodadas da Série B do Brasileiro – faltando cinco para fechar o 1° turno –,  dá para ver que o Sampaio ainda vai ter que lutar muito para sair da zona de perigo ainda nesta primeira etapa da competição.

Mesmo tendo os tricolores apresentado um ligeiro crescimento técnico em função de algumas contratações que vêm  correspondem às expectativas,  o  que mais chama atenção neste momento é o distanciamento  do Sampaio das equipes que se apresentam  fora da zona de rebaixamento, e o percurso até à 19ª rodada.

Hoje, o Tricolor tem dez pontos. O primeiro time fora do Z4 é o Goiás,  com 14, mas logo na sequência já aparece o  Paysandu com 18  e o Oeste, com 19. A diferença parece pequena entre o representante maranhense e o goiano (4 pontos), todavia, a briga fica muito acirrada, por que o Tricolor passa a não depender mais apenas de si.

A concorrência com Joinville e Bragantino é bem mais leve, pois estas equipes têm 11 pontos, apenas um a mais que o Sampaio. Agora, de nada adiantará se,  mesmo o time tricolor pontuando, Oeste e Paysandu continuarem crescendo. A diferença é de oito a nove pontos, respectivamente.

O caminho

O desafio do Sampaio até chegar ao término do 1° turno começa no próximo sábado, diante do Joinville, em território catarinense. Em seguida, o time retorna a São Luís onde joga contra o Bahia, no dia 12. Depois sai de novo para jogar fora de casa contra o valente Londrina, no Paraná.  Dia 29, ainda fora de São Luís,  o Tricolor vai a Goiânia enfrentar o Atlético e,  finalmente, dia 2 de agosto, fecha sua participação nesta primeira etapa,  em  casa, contra o Goiás. Mas na abertura do 2° turno já terá uma pedreira,  pois enfrentará o Vasco da Gama, em São Januário.

A tabela

9/7

Em  Joinville-SC  – Joinville x Sampaio;

12/7

Em São Luís – Sampaio x Bahia

23/7

Em  Londrina –  Londrina x Sampaio

29/7

Em Goiânia – Atlético-GO x Sampaio

2/8

Em São Luís – Sampaio x Goiás

Probabilidades

Os dois jogos mais difíceis são, indiscutivelmente, contra Londrina (12° colocado com 20 pontos) e  Atlético-GO, segundo lugar com  28,  mesma pontuação do Vasco da Gama,  no momento. Estas duas partidas, o Sampaio fará fora de casa. Quanto ao Bahia, pelo que tem apresentado, não assusta. Se o Tricolor impor seu mando de campo, ganha o jogo.  O Goiás, dirigido por Léo Condé é mais difícil,  mas também  dá para o Tricolor  conquistar os três pontos. Se ganhar do Joinville, o representante maranhense pode fechar o turno com 18 pontos.

Frase:

“Que seja analisada a conduta do trio de arbitragem da partida Tocantinópolis 1×1 Moto Club…tendo em vista erros sucessivos e evidentes que influenciaram no resultado do jogo

Comunicado da FMF à Ceaf

Moto tem samba antes de jogo da Série D

O clima da torcida do Moto Club não poderia ser melhor nos últimos tempos. Após a conquista do Campeonato Maranhense, a equipe agora ocupa a liderança de seu grupo na Série D do Campeonato Brasileiro.

E o próximo encontro do time com seu torcedor está marcado para o domingo (26) às 16h no Estádio Castelão contra o Tocantinópolis. Mas antes disso, haverá um Resenha Oficial com direito a churrasco e samba na porta do estádio.

O evento está confirmado para começar às 12h em frente ao Castelão (próximo à pista de skate), A previsão é que os torcedores permaneçam no local até momentos antes do apito inicial.

Sampaio contrata lateral-esquerdo do Red Bull

renan1-700x425

Já virou costume no Sampaio Corrêa ter sempre uma novidade diária. Seja a dispensa de algum jogador ou a contratação de um possível reforço. Nesta quinta-feira (23) foi a vez da chegada do lateral-esquerdo Renan Luís, que estava no Red Bull-SP.

O jogador, que veio para ser o reserva de Rafael Estevam e repor a saída de Guilherme Santos, atuou em apenas dois jogos em 2016, somando 31 minutos em campo. E Renan não joga desde abril quando seu time foi derrotado na Copa do Brasil diante do América-MG por 3 a 2.

Em 2015 disputou o Campeonato Paulista pelo Rio Claro, atuando em 14 jogos e a Série C pelo Guaratinguetá, mas em apenas quatro partidas. Antes disso, o jogador de 26 anos passou por Ponte Preta, Ceará e São Caetano.

Mas as novidades do Sampaio não ficam por aí. O diretor Evandro Marques confirmou a reintegração do meia Gustavo Marmentini e do centroavante William Paulista. Os dois jogadores tinham sido liberados pelo clube nas últimas semanas.

Moto Club homenageia Célio Sérgio

13516390_1216343568398857_2335644608358163055_n

Um dos torcedores mais ilustres do Moto Club, o Superintendente de Produção e Conteúdo do Grupo Imparcial, Célio Sérgio, recebeu na tarde de hoje uma homenagem do presidente Hans Nina e do diretor de futebol, Waldemir Rosa “Dadá”, pelo apoio na conquista do título estadual de 2016.

Célio agradeceu o presente e aproveitou para elogiar a diretoria do Moto: “Obrigado, Hans e Dadá. O Moto tem uma diretoria seria e competente, e isso que precisávamos, os resultados já são visíveis! Parabéns”.

Em sua página oficial, o Moto Club falou sobre a importância e fidelidade de Célio para o clube: “As dificuldades são muitas, mas a paixão pelo Moto e a fidelidade da torcida motivam nossa diretoria e alguns conselheiros. Célio Sérgio, sempre atuante e pronto para enfrentar os desafios junto com o Papão! Obrigado, conselheiro Célio!”.

MAC já tem base para estreia

13256551_1097887063601219_2161642771477118914_n

Faltando pouco mais de dez dias para a estreia na Série D, o técnico do Maranhão Atlético Clube, Luis Miguel, já tem uma base que deve ser o time que entra em campo contra o Altos-PI, no dia 12 de junho, no Castelão.

Nos treinamentos o time vem jogando com Rômulo Rios, Daylson, Johildo, Leomar e Rômulo Ferreira; Sandro, Dinho, Rômulo César e Ratinho; Élton e Gileard.

Para a Série D a tendência é que o goleiro Paulo Rafael seja o titular. O novo contratado do MAC ainda não está participando dos treinamentos.  Outro que pode ganhar uma vaga é o volante/meia Otávio, que chegou como um dos principais reforços da equipe para a competição.

Gileard

Para o ataque, Gileard é um incógnita. O jogador foi negociado com o Gent, da Bélgica, e embarca para a Europa no dia 15 de junho, e sua participação na partida ainda é dúvida.

O MAC ainda busca um centroavante para reforçar a equipe no decorrer a competição. O veterano Paulo César pode ser utilizado na posição caso Gileard não jogue.

Com a saída do atacante, a diretoria do MAC espera receber uma compensação financeira cujo valor não foi revelado. A multa contratual do jogador é de R$ 15 milhões, e o seus direitos econômicos estão divididos entre o clube e o empresário do atleta.

 

Wagner Lopes é o novo técnico do Sampaio

Wagner-640x426

Após muita especulação e vários nomes citados, o Sampaio Corrêa confirmou a contratação de Wagner Lopes como novo treinador da equipe para a Série B de 2016.

O treinador, que comandou o Atlético-GO no começo do ano, será apresentado no CT José Carlos Macieira nessa quarta-feira (25) às 15h.

Lopes tem 47 anos e teve uma boa carreira como jogador no futebol japonês chegando a disputa a Copa do Mundo de 1998 pelo Japão. Como treinador teve passagens por Goiás, Criciúma e Bragantino, além do Atlético-GO.

 

Sampaio perde a segunda na Série B e segue na lanterna

PaioxAvai-1-640x480

O Sampaio Corrêa visitou o Avaí, na tarde deste sábado (21), no Estádio da Ressacada e acabou derrotado por 2 a 0 com gols de William e Tatá. O Tricolor segue zerado na  e ocupa o último lugar da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com um time totalmente mudado, e sob comando de Arlindo Maracanã, o Sampaio teve uma postura completamente diferente dos tempos de Petkovic. O novo treinador escalou os estreantes Gedeílson (lateral-direito) e Max (atacante), além de promover o zagueiro Eli Sabiá e o volante Daniel Amora pela primeira vez entre os titulares.

Apostando na defesa e no contra-ataque, o Sampaio de Arlindo se aproximou mais da equipe de 2015 do que a da semana passada. Mesmo assim, o primeiro gol do Avaí saiu no ponto fraco da equipe tricolor.

Após vacilo de marcação no meio-campo, a bola foi lançada nas costas do lateral-esquerdo Guilherme Santos e após cruzamento, o centroavante William se antecipou a Sabiá e contou com a ajuda de Ruan para marcar.

O goleiro tricolor foi uma das boas mudanças de Arlindo. Se no primeiro gol ele falhou, no segundo tempo compensou com quatro defesas que garantiram o placar apertado. O antigo titular, Rafael, não deve continuar na equipe, acredito que independente de quem seja o novo técnico.

Na frente, Edgar novamente foi o jogador mais perigoso da equipe e chegou a ter uma boa chance de empatar a partida nos minutos finais, mas acabou chutando por cima do gol. Ainda viu Tatá acertar um belo chute por cobertura e ampliar o placar já nos acréscimos.

As duas derrotas na Série B até aqui foram para adversários superiores, nada de anormal, mas o Sampaio precisa definir o novo treinador para começar a se recuperar na temporada. Afinal, já são quatro derrotas seguidas em 2016.

Moto Club é o campeão maranhense de 2016

IMG-20160518-WA0037
O capitão Rodrigo Ramos comemora com a torcida (Foto: Honório Moreira)

O Moto Club conquistou o seu 25º Campeonato Maranhense nesta quarta-feira (18) ao vencer o Sampaio Corrêa por 2 a 1 na volta da decisão do 2º turno da competição. Com o resultado, o Papão acabou levando os dois turnos e foi campeão sem a necessidade de uma final. Felipe Dias e Marcos Paullo fizeram o gol do rubro-negro enquanto Edgar diminuiu para o Tricolor.

O jogo começou com as duas equipes errando bastante, mas o Moto Club parecia mais organizado que na partida anterior e conseguiu abrir o placar na bola parada. Em cobrança de escanteio de Marcos Paullo, o volante Felipe Dias cabeceou para as redes.

Ainda no primeiro tempo, após saída errada do goleiro Rodrigo Ramos, a bola sobrou para o atacante Edgar que fuzilou e empatou o jogo para o Sampaio. Foi o 14º gol do artilheiro na temporada de 2016 e quarto gol sobre o Moto.

No segundo tempo, precisando do resultado, o Moto avançou seu time e após bom lançamento de Igor para Tety, o atacante foi derrubado pelo goleiro Rafael e o árbitro marcou pênalti. Marcos Paullo cobrou no canto esquerdo e marcou o gol do título do Papão.

A conquista do Moto Club foi merecida, pois a equipe foi a melhor do Maranhense desde o seu início. Em 18 jogos na competição, foram 14 vitórias, dois empates e duas derrotas (ambas para o Sampaio). A vantagem de 12 pontos para o vice-campeão (44 a 32), além de possuir o melhor ataque com 36 gols marcados e a melhor defesa com dez gols sofridos.