Flávio, vai, vai, vai…

“Na cabeça pervertida deles haveria um movimento popular dizendo volta,volta,volta e hoje que existe é o povo dizendo vai,vai,vai…”

Inspirado e gozador Flávio Dino falando do sonho, nesta eleição, do grupo Sarney, no encontro de apoio ao secretário da Saúde, Carlos Lula, na segunda (23).

  • Imagem de Flávio Dino por Felipe Klamt, na estrada fazendo campanha em 2014.

Coluna Aparte – Dilapidando

Inteligente estratégia montada pelo grupo Sarney para iniciar o massacre eleitoral contra a pré-candidatura de Flávio Dino ao governo do estado utilizando diariamente o desvio de verbas na secretaria de Saúde.

Determinados a obrigar o governador a demitir o secretário de Saúde Carlos Lula para demonstrar o envolvimento no esquema que durante outros governos surrupiaram mais de R$ 1 bilhão com o projeto de construção de hospitais pelo interior.

Dono de um notável saber no direito levou o gestor Lula a entrar na justiça com habeas corpus depois de identificar o interesse da Polícia Federal em criar fatos que possam levar a sua prisão.

Não funcionou. Agora é esperar os acontecimentos da semana.

  • Coluna Aparte, publicada nas segundas-feiras, na página Opinião, no jornal O Imparcial.
  • Charge do Nuna com Zé Maranha.

Todos grampeados

No início do governo de Zé Reinaldo a polícia estourou uma central de escuta com militares ligados ao grupo Sarney para controlar os membros do executivo estadual. Ninguém punido, somente afastados do serviço reservado.

Durante o governo convenceram o Tavares a implantar a abinzinha comandada por uma perigosa figura que serviu ao SNI entregando pessoas no período da ditadura.

Depois descobriram ser um agente duplo, rezava para o governador, mas ajoelhava para o Sarney.

Novamente, no começo do governo de Jackson Lago, descobriram um sofisticado aparelho de escuta no forro do gabinete do governador.

Tentaram colocar a culpa no grupo Tavares, ficou constatado que novamente militares e uma empresa de limpeza ligadas ao grupo Sarney executaram o serviço. Todos afastados e o assunto deixado de lado sem a devida explicação.

Todos os governos escutaram e continuam rastreando a vida de políticos, empresários e principalmente da imprensa. Denunciamos na Coluna do Klamt este ato ilegal.

Fica questionável se os comandantes no interior agiram com a intenção de envolver o governador Flávio Dino (PCdoB). Se não foi, o Sistema Mirante soube fazer o fato como ilegal e a Procuradoria Federal engoliu a isca.

Normalmente, as ordens de investigações partem do comando central, nesses casos de Barra do Corda e Caxias foram atos individuais. Faltando entender quem fez a cabeça dos dois oficiais para colocarem os pescoços na guilhotina pública.

Câmara, somente em agosto

Habilidoso na arte do tempo de espera na disputa do poder municipal levou, novamente, a surpreender os adversários que concorrem à presidência da Câmara de Vereadores de São Luís.

Astro de Ogum (PR) e aliados desviaram o foco do grupo comandado pelo pré-candidato ao Senado, Weverton Rocha (PDT), para tentarem barrar a reeleição na justiça por meio do vereador Pedro Lucas (PTB) contestando a ADIM do PSL de Chico Carvalho. A decisão deve sair na quarta (25).

Enquanto os defensores da candidatura de Osmar Filho (PDT) gastavam todos os créditos utilizando de amigos a parentes do judiciário, a turma de Ogum preparava o edital de convocação da nova eleição para o mês de agosto.

Exatamente dentro da eleição estadual quando os candidatos mais precisam do bom humor dos vereadores e líderes comunitários.

Fato que a oposição vai espernear, indo à imprensa, chegando a soleira da justiça. De nada vai adiantar, a data da convocação sempre será prerrogativa do presidente do poder em questão.

Ficando saborosa esta disputa.

  • Imagem KG/Imparcial.

Coluna Aparte – Rebobinando

Brasil caminha para um perigoso retrocesso que pode levar a uma ditadura disfarçada com acirramento entre os radicais de direita e da esquerda.

Especialistas em pesquisas eleitorais acreditaram que a prisão do ex-presidente Lula (PT) poderia esvaziar a candidatura do Bolsonaro (PSL) aconteceu exatamente o contrário, virou uma febre ao estilo Mussolini.

Voltamos ao temor de 1964 do povo querendo qualquer solução para tirar a possibilidade do comunismo no país. Hoje, seria o petismo de volta ao poder.

  • Coluna Aparte, publicada na segunda-feira, na página Opinião, no jornal O Imparcial.
  • Charge do Nuna com Zé Maranha.

Justiça, vence Chico Carvalho

Caiu, decisão do desembargador Jamil Gedeon, contestada no sábado, pelo PSL.

Decisão, desembargador José Jorge concedeu a tutela cautelar antecedente para suspender a eficácia dos artigos 51 e seu paragrafo único e 52 da Lei Orgânica do Município de São Luís, alterados pela Emenda Constitucional no 003/2012 , e em sede de poder geral de cautela, determinando a suspensão da mencionada eleição, marcada para este domingo.

Venceu, Chico Carvalho (PSL) junto com a maioria que apoia a reeleição de Astro de Ogum (PR) como presidente da Câmara de Vereadores de São Luís.

Perdeu, vereador Pedro Lucas (PTB) somado ao grupo de Weverton Rocha (PDT) que apoia a candidatura de Osmar Filho (PDT).

Continua, briga  entre os dois grupos.

Klantiando rápidas

Estranho, Roseana Sarney (MDB) resolveu processar a todos que falarem dela ou da família política, na primeira fila Flávio Dino (PCdoB) por solicitar que devolvam o dinheiro que ganharam em quarenta anos de poder.

Inteligente, Astro de Ogum (PR) deixa como está em público as relações eleitorais com Weverton Rocha (PDT) depois de tentar impor a presidência da Câmara ao Osmar Filho (PDT).

Indignado, Chico Carvalho (PSL) veio a público contestar a maldade da imprensa alinhada ao Osmar Filho (PDT).

Decidido, Antônio Pereirinha (PSL) continua calado para, nos bastidores, mostrar como seu candidato vai ganhar a eleição no legislativo de São Luís.

Observador, Flávio Dino (PCdoB) somente olha dos Leões a guerra intestinal na Câmara dos Vereadores de São Luís.

Desejado, Lula (PT) continua em alta nas pesquisas eleitorais até passar esta eleição e continuar preso.

Klantiando fatos

Reverteu positivamente para o Tribunal de Justiça do Maranhão a decisão do desembargador Raimundo Melo de mudar o voto no caso do habeas corpus que substituiu a prisão preventiva de Lúcio André Silva Soares acusado de agredir a advogada Ludmila Ribeiro.

Pleno do Tribunal de Justiça do Maranhão julga a ADIN que visa derrubar a emenda da Câmara de Vereadores de São Luís que veda a reeleição para presidente do poder legislativo. Ajuizada pelo partido PSL entendendo como matéria pacífica por não obedecer o interstício de 10 dias.

Continua em silêncio a provocação do deputado federal Rubens Jr. (PCdoB) ao senador Edison Lobão (MDB) para que convença Hytec Engenharia a executar as obras de pavimentação da BR-226. A empresa pertence ao filho senador, Luciano Lobão.

Opinião pública mantém, nas redes sociais, a discussão sobre tentativa de visita dos dez governadores ao Lula, na Polícia Federal, em Curitiba. Por decisão do juiz federal Sérgio Moro foi negado o pedido para o encontro dos governadores e senadores com ex-presidente.

Vice tranquilo

Perfeito poder viajar sem nenhuma preocupação com as atitudes do vice-governador. Mais uma vez Carlos Brandão (PRB) demonstrou um comportamento maduro e leal.

Vale lembrar que o então governador José Reinaldo (PSDB) não podia ausentar do poder pelas atitudes do vice-governador Jura Filho (MDB).

Bastava sair para começar as peripécias do fiel amigo do senador João Alberto (MDB).

Coluna Aparte – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE A DECISÃO DO STF?

A Constituição Federal sofreu o seu maior ataque! Foram desprezados o Princípio da Tipificação Penal e o da não culpabilidade até o trânsito definitivo em julgado, tudo em homenagem à morosidade do STF! Retirar do cidadão brasileiro a mais cara de todas as garantias, a da sua liberdade de ir e vir, sem que houvesse trânsito em definitivo de sentença penal condenatória é lastimável …e o que é mais grave, utilizando como argumento para tanto, a lastimável morosidade do Colegiado do STF…E amanhã, em uma reversão da precipitada condenação, quem irá repor todos dias de clausura e terror impostos ao cidadão? Ou uma desculpa bastará?

Ex-Procurador Federal e jurista, Rinaldo Maya.

O STF julgou e sobre isso não há discussão. Mas vi com preocupação as reações exageradas de comemorações pelo fato da decisão ser contrária à Lula. Isso faz parte de uma política de ódio que está sendo estimulada, cujo resultado é muito ruim para o País. Ou as pessoas de juízo param para conversar e encontrar um tom de respeito nas divergências ou continuaremos caminhando para o caos.

Deputado federal, Weverton Rocha (PDT).

Para mim, não só como cidadã, mas principalmente como operadora do Direito foi frustrante… Lá na frente o cidadão irá sentir o peso do que hoje está sendo feito com a legislação brasileira.

Jornalista, advogada e diretora de comunicação da Câmara de Vereadores de São Luís, Itamargarethe Lima.

Ainda bem que sou professor de processo civil, pois imagino a dificuldade dos colegas de constitucional e de processo penal em explicar os princípios da presunção de inocência (ninguém será culpado até condenação criminal definitiva) e da isonomia (os iguais, de outros partidos, devem ser tratados igualmente)!

Professor de Processo Civil, Heraldo Moreira.

  • Coluna Aparte publicada nas segundas-feiras, na página Opinião, no jornal O Imparcial.
  • Charge do Nuna.