Cemar, guichê exclusivo

Enquanto a Cemar investir em generosas relações com os poderes, principalmente com o meio político, deve ser mantida a velada proteção diante de tantas reclamações dos consumidores.

Sem nenhum privilégio, por necessidade, o Procom ficou obrigado a deixar um guichê exclusivo somente para atender o público questionando a empresa na sua conduta.

Sem esquecer que a concessão para exploração do serviço continua pública.

MPE, implacável

Implacável com os que desviam da conduta correta em todos os segmentos, o procurador geral de justiça, Luiz Gonzaga Coelho, aplicou a demissão ao promotor de justiça Ricardo Henrique Almeida flagrado no crime de estelionato e apropriação indébita em relação a um imóvel.

Integrantes do Ministério Público Estadual tem lamentado que um dos seus membros tenha perdido o cargo pelo valor de R$ 24.800 reais, numa negociação fraudulenta envolvendo um imóvel de um reclamante que recorreu ao órgão como proteção contra a tentativa de tomarem o seu patrimônio.

Enquanto isso no TJ.

Astro, a entrevista

Indiscutível que o assunto da semana será a contundente entrevista do presidente da Câmara de São Luís, Astro de Ogum.

Político de fala direta, sempre com gatilho pronto para as perguntas mais delicadas, respondeu ao jornal O Imparcial sem perder o característico humor e sua emoção.

Deixou evidente o seu papel de articulador de uma frente única no parlamento municipal, sem esquecer de afirmar que hoje os políticos precisam da sua capacidade.

Sarney, viva lembrança

Interessante como o ex-senador Sarney ainda incomoda na política do Maranhão. Observado como um político em fim de processo, garante a manutenção do poder na influência dentro do governo de Michel Temer e no controle de quase 90% da mídia por meio do Sistema Mirante.

Questionável o incomodo do grupo Dino quanto aos ataques diários na eterna e infundada reclamação do grupo Sarney de que o governo de Flávio Dino persegue ou causa o atraso no desenvolvimento do estado.

Valeria resposta para alguma denúncia de corrupção, fato que mudou drasticamente no atual governo em relação ao governo de Roseana Sarney que ocupava as manchetes com graves esquemas utilizando o bem público.

Seria econômico não responder, tirando o oxigênio dos pontuais artigos, matérias e notas. Vale analisar quem precisa de espaço para voltar ao poder. Bastaria deixar no esquecimento o velho senhor.

Nelma, todos contra

Segue a operação de desconstrução do projeto do grupo Sarney de apropriação da presidência do TJ. Bastou o ex-senador José Sarney anunciar, numa suposta reunião, o apoio integral à desembargadora Nelma Sarney para iniciar as denúncias.

Existe membros do MPE, PGJ, TJ, executivo e legislativo estadual, entre muitos operadores interessados em barrar as pretensões da desembargadora de chegar ao comando do judiciário maranhense.

Interessante a insistência de figuras do grupo Sarney em prestar informações solidárias a imprensa, sempre com um tom de vingança pessoal.

 

Clayton, estadual?

Imbatível na eleição de deputado federal em 2018, Clayton Noleto (PCdoB) sofre pressões de diversos setores do executivo e legislativo para abandonar as suas pretensões políticas, continuando oficial de patente de Flávio Dino (PCdoB), ou, ao menos, esquecer a Câmara Federal pelo papel de parlamentar estadual.

Ele só olha de longe.

Weverton, surpreendido

Todos os pré-candidatos ao senado aguardam, com expectativa, o reconhecimento e afago de apoio de Flávio Dino (PCdoB).

Fato, que, talvez, por descuido, o governador fez uma pergunta ao deputado federal Weverton Rocha (PDT), numa reunião, na viagem a região Tocantina, referenciando ele como senador.

Deve ter sido surpreendente.

Seu Chico, figura do suco

Seu Chico, figura única, que, apesar, da idade nos 72 anos, compõe diariamente o cenário do Renascença, próximo ao Hospital Carlos Macieira, vendendo, há décadas, debaixo de sol e chuva, suco em garrafa. Criou 12 filhos, tem 12 netos.

Seu Chico estava triste, sentia dor no estômago, precisava vender 50 garrafinhas a mais para fazer um exame de R$ 200 reais. Bastou um apurado olhar de atenção da jornalista Jaqueline Heluy descrito num discreto texto, sem digital, bastou enviar um whats para o governador Flávio Dino e o secretário Carlos Lula, para, amanhã, ser realizado o exame no PAM Diamante.

Na quarta (19), ele volta para matar nossa sede. Vai uma garrafinha aí patrão?

 

MPE, vacilo?

Será que foi erro de digitação no pedido de quebra de sigilo do Ministério Público Estadual no processo da desembargadora Nelma Sarney ou houve um intencional para descobrir algo de sua conduta?

Vale deixar claro.

Nota da Coluna Aparte, nesta segunda (17), página Opinião, jornal O Imparcial.

Ivaldo, PDT preparando

Estratégico, que planeja a ocupação no poder com uma eleição à frente, o PDT no Maranhão tem como principal meta a vitória de Weverton Rocha no senado e o maior número de deputados em 2018.

Sempre presente na mídia, fazendo ações no comando da Semapa, o vereador, agora secretário municipal de São Luís, Ivaldo Rodrigues, parece que incorporou o papel de pré-candidato a prefeito para a eleição de 2020.

Jamais testado no executivo, o pedetista Rodrigues tem focado seus movimentos na feirinha, realizada na Praça Benedito Leite, todos os domingos, multiplicada com as inspeções nos matadouros e reformas dos mercados públicos.

Resta acompanhar!