Top Poder

Sendo formatado uma super estrutura na reforma administrativa da prefeitura da capital, capaz de acompanhar e agilizar os processos no novo mandato de Edivaldo Holanda. Fontes afirmam que um secretário teve as bênçãos do prefeito para exercer o papel de “Top Gestor”. O anúncio deve acontecer no início de abril.

  • Nota publicada na Coluna Aparte, na segunda (27), na página Opinião, no jornal O Imparcial.

Costa Rodrigues, quem responde?

“O deputado Weverton Rocha acredita no Judiciário e tem plena confiança que ao final da ação penal ficará provado que não houve obtenção de vantagem indevida ou injusta para ele ou para outra pessoa, não houve superfaturamento ou prejuízos ao erário público. A licitação em questão foi dispensada com base em decreto de emergência do então governador Jackson Lago, dentro do prazo estipulado, e fundamentada pelo parecer da Assessoria Jurídica da Secretaria de Esportes.”

Em nota oficial, referente a denúncia aceita no STF sobre a obra no Ginásio Costa Rodrigues, no governo Jackson Lago, o parlamentar Weverton Rocha (PDT) alça o amparo da defesa no Decreto de Emergência.

Interessante resgatar que o Ministério Público Estadual denunciou o secretário de juventude envolvido numa campanha diária comandada pelo deputado estadual Roberto Costa. Muitos afirmam que por vingança do período no movimento estudantil.

Fundamental os esclarecimento dos fatos da licitação no STF, deixando transparente quanto dos recursos foram encontrados pelo governo de Roseana Sarney para o término da obra esportiva.

Carraspana

Ficou estranha a relação entre os irmãos Roseana e Sarney Filho. As últimas falas do ministro do meio-ambiente, no evento das águas, realizado em São Luís, sobre a vontade da ex-governadora voltar a concorrer o executivo estadual, em 2018, colocou em alerta os pais José e Marly. De temperamento impositivo, Roseana Sarney (PMDB) vinha avisando para calarem sobre seu futuro político. Ficou inexplicável, ao mesmo tempo que Sarney Filho (PV) espalhava para a imprensa o desejo da irmã em concorrer ao governo do estado, afirmava que não tinha autorização para falar em nome dela.

  • Nota pubicada na Coluna Aparte, nesta segunda (27), na página Opinião, no jornal O Imparcial.

Oposição Calada

Pesquisa interna do governo de Flávio Dino mostrou que a população confundia o programa estadual Bolsa Escola com o do governo federal Bolsa Família.

Para agregar valor político e social, reuniram, ontem (25), na UFMA, em São Luís, milhares de famílias com filhos entre as idades de 4 a 17 anos, para receberem os cartões que os Correios não conseguiram entregar por ineficiência operacional.

Considerado audacioso, o processo atende 1, 2 milhão estudantes, movimentando anualmente mais de R$ 50 milhões na compra de material escolar com o valor individual de R$ 51 reais por matrícula.

Estranho, que mesmo sendo visto como um programa eleitoreiro, comandado pela SEDES, a oposição ao governo mantém o silêncio na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Maura, desconforto familiar

Continua nada harmoniosa e confortável a relação entre a ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PTN), com o genro e secretário da SEDES, Neto Evangelista (PSDB), pela busca de espaço político na eleição de 2018.

Todo o ruído familiar tem foco político partidário na figura do governador Flávio Dino (PCdoB). Enquanto Neto Evangelista tentava, nos bastidores, uma aproximação, Maura Jorge alfinetava publicamente o executivo estadual.

Somente quando Roseana Sarney (PMDB) silenciou diante do ataque descortês de Chiquinho Escórcio (PMDB) com o “Maura faz o que Roseana manda” que houve uma solicitação de conversa da ex-prefeita por meio do vice-governador Carlos Brandão.

Sendo enfático, Flávio Dino podou as pretenções de Maura Jorge sem a presença de Neto Evangelista. Deixou evidente a lealdade com o seu secretário que tem uma das pastas mais desejadas pelos partidos.

Detentor de um passaporte eleitoral com 1 milhão de cartões do Bolsa Escola, 100 CREAS E CRAS inaugurados, mais  50 para inaugurar, 14 restaurantes populares implantados e 30 cozinhas comunitárias em andamento, que garante a sua eleição a deputado federal. Sem deixar de sonhar com um mandato majoritário em 2020.

Tudo fica mais fácil sem sogra. Basta Dino!

Sem patos, com voto

Automaticamente, após postar a nota “Patos Amarelos”, a deputada Eliziane Gama (PPS) lembrou a Coluna que as boias amarelas eram poucas, como os votos a favor dos trabalhadores.

Sem patos, confirmou seu voto contra a terceirização.

Patos Amarelos

Na votação da terceirização somente apareceu os deputados Weverton Rocha (PDT) e Rubens Jr. (PCdoB).

De atitude contra o projeto, mas nenhum parlamentar maranhense fez a diferença segurando as boias dos patos amarelos.

Cutucando

Espera-se que o grupo político, comandado pelo governador Flávio Dino, tenha uma apurada vacina para a proteção contra os tradicionais políticos do Maranhão.

Em cada “Escola Digna” inaugurada, para cada linha plantada na agricultura familiar surge um novo e silencioso adversário pela retirada de um cativeiro eleitoral.

No grupo Sarney cresce a repulsa no que chamam de “política comunista” com empoderamento pela individualização no saber e do financeiro do agricultor de subsistência. Sendo vital travar esta ação de tomada eleitoral dos redutos dominados pela exceção da população.

Inicia, na imprensa a serviço da oposição, os ataques aos gestores e parlamentares com a evidência de uso da máquina pública para promoção pessoal, pensando no pleito de 2018.

Basta ver como estão tratando o deputado Othelino Neto e o gestor Duarte Jr.!!!

Bumba PCdoB

PCdoB vai bumbar seu programa partidário com figuras da terra e nacional, trazendo como emblemático o “Fora Temer.

Veio no gingado do bumba-meu-boi, misturado as mulheres que fazem o diferencial do partido no Congresso Nacional, tendo como miolo principal o governador Flávio Dino.

Vai ao ar amanhã (21), às 20h30, na tela da TV.

Edivaldo, diferença de estilo

Na festiva convenção nacional do PDT, entre os inflamados discursos, tipo estudantil, de apoio ao Lupismo e ao Cirismo, um filiado conseguiu atrair o interesse do candidato à presidente Ciro Gomes. Pela calma nas colocações e na elegância em fazer a leitura atual do cenário político.

Membro novo nas fileiras do PDT, Edivaldo Holanda, demonstrou que o Maranhão, em particular São Luís, pode fazer a diferença eleitoral com um gestão pública inteligente e eficiente. Sem rasga seda, deixou claro que apoia as pretenções do partido. Sem deixar de registrar seu voto na reeleição Flávio Dino.