Megatubarão

Taí um filminho (filmão) que tá nas estreias da semana e que deve ser visto.

Direção: Jon Turteltaub
Elenco: Jason Statham, Bingbing Li, Rainn Wilson

Ana e Vitória

Um filme que transborda emoção e encanta por sua plástica e, principalmente, por sua sonoridade. Não é um filme biográfico, como muitos acreditam. Mas a naturalidade do duo Ana e Vitória faz você acreditar em tudo o que você vê em cena. A simplicidade, o carisma, os sonhos da dupla. Estão tudo lá.
É um filme musical. Você conhece mais as músicas delas e rende-se aos contextos de suas possíveis inspirações. A câmera navega com a leveza que você ouve cada canção, ritmada, presente. Em uma direção impecável de Matheus Souza, que também assina o roteiro – criado a partir de pequenos contos que elas viveram. A fotografia, a edição, tudo está perfeito. Palmas também para a sacada do produtor Felipe Simas (F/Simas) e da distribuidora Galeria pela coragem de produzir algo tão singelo.
Nota-se também um elenco inspirador que acredita nos diálogos das cenas e faz bonito. Tudo isso a ponto de você torcer por um ou por outro casal formado em tela, como toda bom romance musical precisa ter.
Espera-se que filmes brasileiros como esse apareçam cada vez mais nos cinemas de todo o país.

Anabelle 2 – A criação do mal

Pode-se dizer uma coisa com certeza: vai assustar. É uma mistura de boneco assassino, suspense, terror psicológico e um pouco de monstro fantasmagórico. Tem de tudo que o melhor do gênero faz.
Destaque para o suspense e para a trilha, eles que dão o ritmo do medo de forma precisa. Você nunca sabe o que vai acontecer, mas acha que sabe e assusta-se. Caso acerte, leva o susto do mesmo jeito. É de fato uma obra fantástica. Um dos melhores de todos os tempos.

AQUAMAN

Sabe aquele diretor que já fez história com os filmes de terror, como Invocação do Mal e Annabelle? Pois é, agora ele está de volta e não é com nenhuma história sombria. James Wan está em Aquaman. E o trailer já deixa claro que o talento dele está mais afiado do que nunca.

A Freira

Está chegando. Logo mais ela vem pra deixar todo mundo muito feliz. Ou assustado. Como queira.

Direção: Corin Hardy
Com Demian Bichir, Taissa Farmiga, Jonas Bloquet, Charlotte Hope, Bonnie Aarons

Suicide Squad

É um filme muito bom pra quem gosta de uma boa aventura de heróis e vilões com poderes. Você pode assistir ainda no streaming que a qualidade das cenas continua.
O roteiro é coerente sim. Além disso, os efeitos da produção são legais e as melhores ações de personagens ficam por conta de Will Smith, no papel do Pistoleiro, e de Margot Robbie, como Arlequina.
Há ainda papéis secundários interessantes, casos de Jai Courtney como Capitão Bumerangue; Joel Kinnaman, o Rick Flag; Jay Hernandez como Diablo; Jared Leto como Coringa; Karen Fukuhara, a katana e Viola Daves como Amanda Waller. A principal vilã é Cara Delevingne no papel de Magia. Detalhe o Batman, de Ben Affleck, aparece por lá.

Bright

O filme ficou conhecido pelo protagonismo do Will Smith em um filme da Netflix. E a história agrada.
Quem assistiu Bad Boys vai reconhecer bem o estilo do ator em cena. Mas dessa vez há mais drama também. E Will domina cada take. É notável como, além do talento, ele tem carisma para ganhar o espectador. Para ver no streaming: https://www.netflix.com/br/title/80119234.

A Freira

Os filmes de terror estão mesmo na crista da onda. E o novo queridinho da galera é o arrepiante “A Freira”.

Here’s the Plan

Aquele filme lindo, visivelmente, feito com muito amor. Coloca a família toda no sofá e assista. Pegue a pipoca. Direção da talentosa Fernanda Frick.

Do jeito que elas querem

Este é um filme cheio de vida e boas mensagens. Tem humor, romance e, claro, um pouco de comédia inteligente e alto astral. É isso que se vai ver quando quatro amigas, na casa dos 60 anos, decidem ler o romance Cinquenta Tons de Cinza. O livro, bem diferente do que elas leem normalmente, mudará a vida dessas mulheres completamente.