Fake news artesanal

Em 1982,quando o deputado Adriano Sarney dava os primeiros passos, com dois anos apenas, o pai dele,Zequinha Sarney,mandou fazer algo idêntico.Era uma fake news à moda antiga. Foi recortada uma foto de dona Gardênia Castelo, de maiô, no colo do marido João Castelo, na Fazenda Modelo, e colocado o rosto de outra mulher no lugar.

A colagem foi impressa em gráfica aos montes e distribuída na campanha,pelo Maranhão afora.Castelo era candidato a senador e Sarney Filho a deputado federal.O fotógrafo Ribamar Pinheiro,autor da foto original para O Imparcial,foi levado ao programa eleitoral para esclarecer que a imagem trucada era de dona Gardênia e não de uma amante que Castelo tivesse fora do casamento.

Deixe uma resposta