Batendo cabeça

O Senado permite até 55 funcionários para cada senador. Por isso, alguns extrapolam, como o alagoano Fernando Collor de Mello, com 80 assessores, e o maranhense João Alberto Souza, presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, com 84 servidores às suas ordens.

Deixe uma resposta