Copiar livros e ideias

Copiar projetos alheios é tão comum no Brasil como copiar livros e ideias sem dar o crédito ao autor. Que o diga o futuro ministro do STF, Alexandre de Moraes. O arranca- rabo de ontem entre Cabo Campos e Wellington do Curso fez lembrar outro episódio ocorrido ali há anos, quando o deputado Pavão Filho chamou o colega Alberto Franco de “ladrão de ideias”.

O deputado Max Barros anda sentido a coluna envergada. Motivo: ao assistir a uma idosa no reality Big Brother esbanjar em exercícios físicos, ele se desafiou. “Vou fazer também”. Quando baixou o tronco para pegar os pés, viu a coluna dar o alarme: “Trec!”. Foi só uma. Ele anda se contorcendo de dores.

Deixe uma resposta